Após almoçar com tucanos, Temer debate crise política com Sarney

Acompanhando apenas por seu motorista, Sarney entrou no Palácio do Jaburu, residência oficial de Temer, por volta das 16h30. A assessoria de imprensa do Palácio do Planalto não informou a pauta do encontro dos peemedebistas.


O ministro da secretaria-geral da Presidência, Moreira Franco (PMDB-RJ), chegou para o encontro por volta das 18h e participou dos últimos 30 minutos da reunião.


Sarney saiu do Jaburu por volta das 19h. Após a saída do ex-presidente, Temer continuou reunido com Moreira Franco, que é um de seus auxiliares mais próximos.
SAÍDA NEGOCIADA?


Sarney vem defendendo nos bastidores que Temer opte por uma “saída negociada”, conforme publicou a coluna “Painel”, da “Folha”. A informação foi confirmada pelo UOL junto a interlocutores do ex-presidente.


Um dos focos da conversa entre Temer e Sarney, segundo apurou a reportagem, é a permanência do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) como líder do partido no Senado. A bancada do PMDB marcou para as 15h de terça-feira (30) uma reunião para discutir a situação de Renan, que têm feito duras críticas a Temer e defende a renúncia do presidente.


Tirar Renan da liderança seria um tiro no pé do governo, na opinião de Sarney, segundo fontes ouvidas pela reportagem. O Palácio do Planalto, por sua vez, sabe dos riscos de uma “ruptura traumática” com Renan, apurou o UOL.

Author:

Anterior
Proxima