Gilmar Mendes grita com irmão de Flávio Dino



Nicolao Dino e Gilmar Mendes
O intervalo da sessão de ontem do TSE, convocado para acalmar os ânimos, acabou por acirrá-los ainda mais.

Na sala de togas, uma espécie de sacrista do tribunal, o presidente Gilmar Mendes partiu literalmente para cima do subprocurador Nicolao Dino, por ter este arguído o impedimento do juiz Admar Gonzaga, ex-advogado de Dilma.

Aos gritos e de dedo em riste, na presença de outros juízes, Gilmar dirigiu-se a Dino:

“Você deveria ter mais escrúpulos. Seu irmão (o governador do Maranhão, Flávio Dino), a quem eu respeito muito, está sendo vítima desse conluio do Ministério Público com delatores, acusado injustamente de ter facilitado projetos de interesses de empreiteira, o que não é verdade. E você vem com essa palhaçada de querer atacar um juiz desta Corte. O processo está aí há bastante tempo e você vem arguir logo agora na hora da votação? É precíso ter um mínimo de hombridade”, disse o ministro.

Perplexo, Nicolao Dino tentou se defender, mas, diante da exaltação de Gilmar, optou pelo silêncio.

Author:

Anterior
Proxima