quinta-feira, 22 de junho de 2017

Pesquisa favorece Roseana e causa racha na oposição


A pesquisa Escutec encomendada pelo PMDB para favorecer Roseana e animar a oposição teve um efeito reverso. Os números e a estratégia de divulgação provocaram mais um racha no grupo Sarney.
A falta de sintonia começou quando o partido decidiu abortar a divulgação dos números e depois voltou atrás, provocando criticas exacerbadas de políticos e jornalistas notadamente sarneyzistas. A exclusão do nome de João Alberto no levantamento ao Senado também não caiu bem, ainda mais que Sarney Filho teoricamente estaria na frente segundo a Escutec.


Lobão também não gostou do resultado, por aparecer atrás de Zé Reinaldo, e teria se posicionado contra a veiculação. Lobão Filho seguiu no mesmo caminho do pai.
Maura Jorge foi além e disse com todas as palavras que a Escutec foi manipulada. A ex-prefeita de Lago da Pedra promete tomar providências. “Conhecemos o potencial manipulador dos nossos adversários. A farra das pesquisas vai começar, mas números manipulados não nos intimidam”.


Também houve reclamações em relação a inclusão do nome do deputado Eduardo Braide. Peemedebistas de grosso calibre não gostaram da “forcinha” dada ao deputado de Anajatuba.
Nos próximos dias, reuniões para apaziguar os ânimos devem ser providenciadas. Contudo, se a tentativa do levantamento da Escutec era impulsionar a oposição, o tiro saiu pela culatra.

Compartilhe isso: