sexta-feira, 21 de julho de 2017

Doria responde a teatrinho de Lula: “Prefiro ser nada do que ser ladrão”

O condenado Lula, cada vez mais caindo pelas tabelas nas pesquisas, tentou encenar um teatrinho no qual fingia que João Doria tinha pouca significado político.

Lula disse: “Bolsonaro não disputa, Doria por enquanto não é nada. Pode ser o Alckmin”, sobre adversários para 2018.

Como mostra a coluna do Estadão, Doria aniquilou o teatro, dizendo: “Prefiro ser nada do que ser ladrão. E o nada ganhou do Fernando Haddad no primeiro turno”, registrou a Coluna do Estadão.

Há um detalhe: Lula não é um “nada”. É um condenado.