Ex-governador Zé Reinaldo chuta o pau da barca, e começa composição para uma nova chapa à governo do Maranhão.


O ex-governador e atual deputado federal, José Reinaldo Tavares (sem partido), anunciou oficialmente rompimento político com o governador Flávio Dino (PC do B) e garantiu que disputará o Senado, em outubro, por uma outra via que não seja a do grupo ligado ao governador.

“Serei candidato, mas vou buscar outro caminho já que não há interesse em estarmos juntos. Saindo sem volta”, disse Zé Reinaldo, agora a pouco, ao editor do blog ao confirmar declarações suas dadas ao Jornal O Imparcial, edição deste sábado (24).

O ex-governador, desde o início do ano passado, vem tentando se cacifar como segundo pré-candidato na chapa senatorial ligada ao governor– o primeiro a ser chamado a compor a chapfoi,  o deputado federal e presidente do PDT no Maranhão, Weverton Rocha.

No entanto, o esforço de Zé Reinaldo não surtiu efeito.  Para piorar a situação, desde dezembro, Dino dá demonstrações claras de aproximação com a também pré-candidata Elizane Gama (PPS), que com o anúncio feito pelo ex-governador passa, a partir de agora, a figurar como a principal opção do comunista como segundo nome para Câmara Alta.

“Se Flávio não me quer, tem quem queira”, disparou o ex-governador na entrevista ao matutino.  Não namoramos com quem queremos, namoramos com quem achemos.

Ao O Imparcial, Zé Reinaldo confirmou que continua mantida, sua filiação para o dia 10 de março, ao DEM, partido comandado no estado pelo deputado federal Juscelino Filho e que faz parte da base de apoio do governador Flávio Dino.

Author:

Anterior
Proxima