Apagão atinge todo Nordeste e 4 estados do Norte, no Piauí todos os 224 municípios apagou.

Falta de energia começou às 16h e afeta 12 estados do Norte e Nordeste. Eletrobras Distribuição Piauí afirmou se tratar de um problema de interligação.
Por G1 PI
21/03/2018 16h31 · Atualizado há 30 minutos
Sinais de Teresina estão sem luz após apagão (Foto: Arthur Ribeiro / GE PI)
Uma queda de energia afeta nesta quarta-feira (21) todo o estado do Piauí. O fornecimento de energia foi suspenso por volta das 16h. A Eletrobras Distribuição Piauí confirmou por volta das 17h30 que todas as 1,2 milhão de unidades consumidoras do Piauí ficaram sem fornecimento de energia elétrica. Lojistas resolveram fechar mais cedotambém por causa do apagão.
Professores da Universidade Federal do Piauí (UFPI) informaram que campus da instituição nos municípios deCorrente, Bom JesusFloriano, no Sul do Piauí; Piripiri e Parnaíba no Norte do Estado, estão sem energia elétrica desde o meio da tarde desta segunda-feira.
Apagão começou por volta das 16h (Foto: José Marcelo / G1 PI)
Em Teresina moradores também informaram que estão sem energia elétrica nas quatro zonas e no centro da cidade, onde lojistas fecharam os estabelecimentos mais cedo. Problemas na telefonia também foram registrados na capital do Piauí.
A Eletrobras Distribuição Piauí afirmou que a falta de energia elétrica que ocorre, neste instante, no Piauí e outros Estados do Nordeste, foi causada por falha no fornecimento na rede básica. Os primeiros indícios é de que houve um problema na Usina de Tucuruí, no Estado do Pará.
A Companhia Energia do Maranhão divulgou por meio de nota que uma falha no suprimento de responsabilidade da Eletrobrás Eletronorte é a causa da falta de energia na rede básica e interrompe o fornecimento para os estados do Maranhão e Tocantins e parcialmente no Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Bahia, Piauí e Pará.
O Operador Nacional do Sistema Elétrico divulgou nota informando que uma perturbação causou o desligamento de cerca de 18.000MW, majoritariamente localizados nas regiões Norte e Nordeste, correspondendo a 22,5% da carga total do SIN naquele momento. A nota diz ainda que em consequência da perda de carga, entrou em funcionamento o primeiro estágio do Esquema Regional de Alívio de Carga do Sistema Sul, Sudeste e Centro-Oeste, com corte automático de consumidores, no montante de 4.200MW.
A nota acrescenta que as causas de desligamento estão sendo investigadas e novas informações serão atualizadas.

Author:

Anterior
Proxima