SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Do Piauí, Bolsonaro mira para o Maranhão e diz que vai acabar com a raça cocô do Brasil, numa referência a Flávio Dino


O presidente da República, Jair Bolsonaro, não precisou citar diretamente o nome do governador do Maranhão, Flávio Dino e nem de outros vermelhos, mas a indireta foi clara quando disse ” nas próximas eleições, vamos varrer essa turma vermelha do Brasil”, “acabar com o cocô do Brasil”. E explicou que o cocô “é essa raca de corruptos e comunistas”. Bolsonaro esteve no Nordeste pela terceira vez em menos de um mês, sendo duas na Bahia e uma hoje no Piauí, onde foi recebido pelo governador Wellington Dias (PT) e sobrevoou o Perímetro Irrigado dos Tabuleiros Litorâneos do Piauí.


O presidente participou da inauguração de uma escola em Parnaíba, que pertence ao Sesc e foi batizada com o nome, com o que não concordou e o nome foi retirado. No aeroporto, em discurso para mais de mil pessoas, o presidente  disse que “nas próximas eleições, nós vamos varrer essa turma vermelha do Brasil. Já que na Venezuela está bom, vou mandar essa cambada para lá. Quem quiser ir um pouco mais para o norte, vai até Cuba. Lá deve ser muito bom também”, disse para uma população que aplaudiu e gritando a palavra “mito, mito, mito!”.
Comentários
0 Comentários