SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Ministro do STF manda receita investigar 11 parlamentares bolsonaristas


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes autorizou que a Receita Federal investigue a movimentação bancária dados financeiros dos 11 parlamentares bolsonaristas. O ministro já havia determinardo a quebra do sigilo bancário  desses alvos. As informações são do O Globo.

A receita levantará os dados no período de 19 de abril de 2019, data comemorativa do dia do Exército, a 3 de maio de 2020, 

A decisão de Moraes ordenou a quebra dos sigilos bancários de alguns dos principais deputados federais da base de apoio bolsonarista: Bia Kicis (PSL-DF), Carla Zambelli (PSL-SP), Cabo Junio Amaral (PSL-MG) e Otoni de Paula (PSC-RJ). Além deles, foram alvos das quebras os deputados federais Daniel Silveira (PSL-RJ), Carolina de Toni (PSL-SC), Alê Silva (PSL-MG), General Girão (PSL-RN), Guiga Peixoto (PSL-SP) e Aline Sleutjes (PSL-PR). Também foi alvo de quebra o senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ).

Além dos parlamentares bolsonaristas, todos os alvos da busca e apreensão tiveram seus sigilos bancários afastados, como o fundador do partido Aliança Pelo Brasil Luís Felipe Belmonte e o marqueteiro do partido Sérgio Lima. Também foram quebrados os sigilos bancários de movimentos responsáveis pela organização das manifestações No total, foram 37 investigados com o sigilo bancário quebrado.

Comentários
0 Comentários

Política