Maranhão deve receber nos próximos dias mais de R$ 672 milhões para o enfrentamento do novo coronavírus (Covid-19). O repasse foi autorizado pelo governo federal na quinta-feira (2). O montante milionário foi dividido entre o governo Flávio Dino (PCdoB), que vai receber R$ 96,3 milhões, e as Prefeituras, que vão ficar com R$ 575,6 milhões.

A capital maranhense é a cidade que mais vai receber em recursos do governo federal, cerca de R$ 46.492.564,00 milhões.

Em seguida, vem a Prefeitura de Pinheiro, que vai ganhar R$ 13.520.699,00 milhões. Bacabal também está na lista das que mais vão ganhar verbas. Serão repassados ao Executivo R$ 10.565.351,00 milhões.

Entre as cidades que também vão receber cifras milionárias estão a de Imperatriz com R$ 9.877.461,00 milhões, Timon com R$ 8.364.730,00 milhões, São José de Ribamar com R$ 7.315.004,00 milhões, Codó com R$ 6.338.98,00 milhões, Lago da Pedra com R$ 6.775.135,00 milhões, Açailândia com R$ 6.398.523,00 milhões, Grajaú com R$ 6.338.988, Balsas com R$ 5.914.554,00 milhões, Barra do Corda com R$ 5.649.831,00, Pedreiras com R$ 5.599.908,00 milhões.

A verba deverá ser destinada para compra de insumos hospitalares, contratações de profissionais da saúde, melhorias de hospitais e custeio de intervenções médicas. Além de outras ações ligadas à saúde.

Além desses recursos, o governo Flávio Dino já recebeu mais de R$ 2 bilhões por meio de emendas parlamentares, contratos e convênios do governo Bolsonaro.