SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Deputada Daniella Tema em visita a casa da mulher destaca a importância do combate a violência feminina

A deputada estadual Daniella Tema (DEM) visitou, na manhã desta quinta-feira (20), a Casa da Mulher Brasileira, no bairro do Jaracaty, em São Luís. A passagem da parlamentar pela casa foi para estreitar as relações entre os trabalhos da Frente Parlamentar de Combate e Erradicação do Feminicídio e as ações do departamento de feminicídio da Polícia Civil do Maranhão.

“Essa é a primeira ação em campo da Frente. Nós resolvemos fazer essa visita nesse importante departamento, que trata justamente do tema da Frente. Então, ninguém mais importante que a delegada Viviane para contribuir com este trabalho. Inclusive, a parabenizo pelo brilhante trabalho que vem executando no combate à violência contra a mulher, contra o feminicídio”, ressaltou a deputada.   

Durante a visita, a deputada foi recebida pela delegada Viviane Fontenelle, Chefe do Departamento de Feminicídio da Polícia Civil do Maranhão, que elogiou a iniciativa da representante do poder legislativo. 

“Parabenizo a deputada Daniella Tema pela iniciativa e aproveito para dizer que é muito importante para gente ter esse apoio da Assembleia Legislativa, não só porque visibiliza a causa, mas também reforça a prevenção. Quanto mais mulheres souberem que têm órgãos, profissionais para apoiá-las, para protegê-las e direcioná-las para um caminho de uma vida sem violência, isso vai diminuindo essa violência e evitando que a violência mais extrema aconteça, que é o feminicídio”, frisou a delegada.

Para a Coordenadora das Delegacias da Mulher no Maranhão, Kazumi Tanaka, a Frente Parlamentar de Combate e Erradicação do Feminicídio é um importante instrumento para os organismos que compõem a rede de atendimento à mulher. 

“O enfrentamento a todas as formas de violência e ao feminicídio, que é o ápice de todas essas outras formas de violência, tem a perspectiva que deve ser combatido através de uma série de políticas públicas a serem desenvolvidas, fortalecimento dos organismos que atendem a mulher em situação de violência, humanização do atendimento e alcance daquelas mulheres que ainda não tiveram a possibilidade de denunciar ou de pedir ajuda por uma série de outros problemas que surgem, até mesmo pela falta de informação ou pela falta de garantias de condições mínimas de acesso ao Estado, através, por exemplo, do pagamento de um transporte público, para que ela consiga acessar o serviço da Casa da Mulher Brasileira”, disse a Kazumi.

*FRENTE PARLAMENTAR DE COMBATE E ERRADICAÇÃO DO FEMINICÍDIO*

Mesmo em meio a pandemia, Daniella Tema segue conduzindo as reuniões virtuais da Frente Parlamentar. Os eventos onlines reúnem autoridades que fazem parte da rede de combate ao feminicídio no Maranhão. Após cada reunião, novas metas são traçadas pela equipe. 

“Nós retomamos a todo vapor as reuniões da Frente Parlamentar, mesmo que de forma remota, porque aumentou o número de violência contra a mulher no período de distanciamento social. E a gente tem que lembrar que não são só números, são pessoas, são mulheres que estão sofrendo os mais variados tipos de violência dentro de casa e algumas até perdendo suas vidas. Não podemos cruzar os braços porque essa violência não tem dia nem hora para acontecer e nossas ações precisam ser permanentes”, destacou a parlamentar. 


*CASA DA MULHER BRASILEIRA – SÃO LUÍS*


A instituição acolhe mulheres vítimas de violência e garante apoio psicossocial e assistência de órgãos públicos como Juizado, Varas Especializadas, Defensoria Pública, Ministério Público e Delegacia Especial da Mulher (DEM). Além disso, as mulheres têm assistência médica e acesso a oficinas e cursos de capacitação para incentivo da autonomia financeira.

Comentários
0 Comentários

Política