SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Maranhense é assassinada pelo ex-namorado em Minas Gerais

 

Uma jovem de 23 anos, identificada como Beatriz Nunes Andrade, natural de Viana-MA, foi assassinada na cidade de Frutal, interior de Minas Gerais. De acordo com a polícia local, o principal suspeito do crime é o ex-namorado da vítima.

O corpo de Beatriz foi encontrado próximo ao Centro de Controle de Zoonoses, na quinta-feira (6), no banco do passageiro de um VW Fox de cor prata.

De acordo com a polícia, o suspeito, identificado como Roney Barbosa da Silva, 28 anos, e a vítima tiveram um desentendimento na garagem da casa dele antes do crime, e ele a matou com golpes de faca. Roney, então, teria colocado o corpo dela dentro do carro – que pertencia à vítima – e o abandonou no bairro Progresso, em uma rua de terra deserta.

Ainda segundo a polícia, posteriormente, o acusado retornou para casa e fez a limpeza do local do crime, assim como da arma utilizada. Manchas no chão e na calçada foram indicadas como resquícios do sangue lavado após o crime. No entanto, ele permaneceu com o celular da vítima.

A polícia de Frutal seguiu as pistas e chegou até Roney, efetuando a sua prisão.

A mãe dele, Supriana Barbosa da Silva, também foi presa como co-autora do crime. Isso porque, conforme a polícia, ela se encontrava no local e disse ter tentado separar a briga, mas sem sucesso.

Após a morte de Beatriz, a mãe de Roney permaneceu calada, apenas assumindo todo o caso cerca de 10 horas depois do crime, e só quando a Polícia Militar esteve em sua casa para prender o filho.


De acordo com o delegado Bruno Giovanini, responsável pela investigação, após ouvir os depoimentos das duas pessoas presas, foi ratificada a prisão de Roney e Supriana. 


“Foi feito o auto de prisão em flagrante do autor por homicídio qualificado e fraude processual, por ter tentado alterar a cena do crime para prejudicar a apuração dos fatos. Também foi feita a prisão da mãe do suspeito em razão dela também ter contribuído para a prática do crime de alteração de local e, agora, ambos foram ouvidos. O suspeito permaneceu calado e a genitora dele deu detalhes sobre ocorrido. Ambos foram encaminhados para o presídio de Sacramento”, esclareceu o delegado. com https://www.gilbertolima.com.br


Comentários
0 Comentários

Política