SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Governo do Maranhão anuncia a proibição de qualquer tipo de evento por 14 dias


SÃO LUÍS – Qualquer tipo de eventos, estará proibido por 14 dias, a partir desta terça feira 26, – com até 150 pessoas – como batizados, festas de aniversários e casamentos (portaria nº 55), estão proibidos por 14 dias em todo o Maranhão.

O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira (25), pelo secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, em entrevista coletiva, tendo em vista o aumento no número de casos de Covid-19.

Leia também:

Maranhão tem 205.481 casos confirmados e 4.649 mortes por Covid-19

Chegam ao Maranhão mais de 48 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford

Além da suspensão dos eventos de pequeno porte, o secretário Carlos Lula também anunciou a suspensão de parte das cirurgias eletivas, por 14 dias, nos hospitais da rede estadual em São Luís, Santa Inês, Pinheiro, Imperatriz e Balsas, cidades onde foram registradas taxas críticas de internação por Covid-19. Metade das consultas laboratorias também será suspensa neste período. "A gente quer diminuir a circulação de pessoas nas nossas unidades de saúde", explicou o secretário.

O secretário Carlos Lula anunciou que a testagem drive-thru será mantida por tempo indeterminado na capital maranhense. A ação é voltada para idosos e gestantes. O atendimento ocorre, das 8h às 16h, no estacionamento do Parque do Rangedor, no bairro Calhau, em São Luís. O secretário também informou que e que a Vigilância Sanitária vai reforçar a fiscalização em estabelecimentos comerciais.

Em São Luís, a partir desta terça-feira (26), as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do Parque Vitória e Vinhais, passam a ser exclusiva para atender pacientes com a Covid-19. Pacientes sem sintomas do novo coronavírus, devem procurar atendimento nas UPAs do Itaqui-Bacanga, Araçagi e Policlínica Cohatrac SPA. Já as UPAs da Cidade Operára e de Paço do Lumiar, funcionarão em atendimento misto, ou seja, recebendo pacientes que estiverem com sintomas da Covid-19 ou não.

Comentários
0 Comentários

Política