SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Jair Bolsonaro enviou R$ 36 bilhões ao Maranhão em 2020

Os municípios, governo do Maranhão e população receberam , entre recursos e benefícios, aproximadamente R$ 36 bilhões em recursos do Governo Federal. Os dados podem ser encontrados no Portal da Transparência, Localiza SUS e Senado Federal.

Juntos, os 217 municípios e mais o governo de Flávio Dino receberam R$ 18,9 bilhões de reais. Para se ter uma ideia do volume dos recursos, todo as receitas do Governo Estadual em 2020, aprovado pela lei orçamentária em 2019 antes da pandemia, previa cerca de R$ 19 bilhões de reais.

Outros R$ 13 bilhões foram enviados por meio de benefícios aos cidadãos maranhenses e mais R$ 3,4 bilhões foram enviados apenas parea serem gastos com gastos rotineiros de saúde e no combate à Civid-19

#FlávioDinoGenocida

Apenas o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus (LINK) , uma das medidas tomadas pelo Governo Federal no ano passado, representou um acréscimo de aproximadamente R$ 1 bilhão de reais para investir do estado em 2020. Foram R$ 250 milhões para investir conforme critérios de população e incidência de COVID-19; R$ 732 milhões de livre aplicação e mais R$ 318 milhões pela suspensão no pagamento da dívida.

As despesas com saúde em 2020 (LINK), segundo o Portal da Transparência do Governo do Estado, indicam que os gatos do setor deveriam ser de aproximadamente R$ 2.5 bilhão. Logo, apenas o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus garantiu ao governador um acréscimo de 50% do orçamento que ele havia programado.

Com esse montante, Flávio Dino poderia ter reativado o programa dos 65 hospitais de 20 leitos durante a pandemia. E quem diz isso é a matemática simples.

O custo para o governo de cada unidade era de R$ 100 mil por mês ao término do governo Roseana Sarney. Dadas as correções e inflação, digamos que esses valores tenham aumentado para R$ 150 mil. Feitas as contas simples de multiplicação, Flávio Dino iria ter que gastar aproximadamente R$ R$ 120 milhões para reativar toda a rede de hospitais pelo interior do estado.

Após os repasses do Governo Federal, Flávio Dino não reabriu os hospitais porque não quis! E fica a pergunta, quantas vidas poderiam ter sido salvas se o programa tivesse sido reativado? Flávio Dino, que tanto acusa Bolsonaro de ser genocida, não salvou milhares de vidas de maranhenses porque não quis.

Ou alguém no governo, ou fora dele, irá negar que uma rede de 65 hospitais pelo interior do estado não iria salvar vidas? Vão negar a ciência?

Comentários
0 Comentários

Política