SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Livro conta como foi a operação secreta de compra de respiradores no Maranhão

Escrito pelo jornalista Wagner Willian, o livro “A Operação Secreta Etiópia-Maranhão” tem como enredo os bastidores da “operação de guerra” para trazer os respirados até o estado



A Operação Etiópia-Maranhão, realizada pelo governo do estado do Maranhão em abril, que teve como função trazer respiradores  da China com uma parada secreta na Etiópia para fugir  da possibilidade da confiscação do governo federal, virou livro.

O nome do livro é “A Operação Secreta Etiópia-Maranhão”, da editora Vestígio, escrito pelo jornalista Wagner Willian. A obra começa a sua pré-venda na segunda-feira (11) e tem como enredo os bastidores da considerada “operação de guerra” para trazer os respirados contra Covid-19 até o estado.

Relembre: Compra de respiradores para o Maranhão causa polêmica

Os aparelhos foram comprados na China por meio de doações de empresários que se uniram ao Governo do Estado, sob articulações do secretário de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo, para ajudar no combate ao Covid-19.

Depois que saíram do país asiático, os equipamentos foram enviados para a Etiópia, na África, e só então chegaram ao Brasil em um avião fretado que saiu de Guarulhos (SP) para São Luiz (MA).

A manobra para driblar os governos americano, alemão e brasileiro repercutiu em todo o mundo. De acordo com a Receita Federal, o ato foi ilegal e cabia a medida de confiscar os respiradores pela Justiça Federal.

Comentários
0 Comentários

Política