SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Com lance inicial de R$ 29 milhões, Ilson Mateus pode comprar o terreno mais cobiçado de Teresina

Segundo informações que circula no meio empresarial, o empresário Ilson Mateus, presidente do Grupo Mateus, estaria de olho no terreno mais cobiçado de Teresina, a Fazenda Santa Rosa.

Com mais de 146,00,00 hectares, a fazenda, sempre foi alvo de especulação imobiliária e até de invasões, que não foram para a frente. Localizado após a ponte do bairro Poty Velho, na Zona Norte da capital, a fazenda será leiloada no último dia do ano, com o lance mínimo de R$ 29,2 milhões.

As informações que circulam nos bastidores, é que o empresário Ilson Mateus poderá compra o terreno para transformá-lo em um grande centro de distribuição do Grupo Mateus, o que facilitaria a sua expansão em outros estados do nordeste. Além disso, poderá instalada uma unidade do Mix Mateus, um dos empreendimentos do Grupo Mateus.

A fazenda Santa Rosa pertenceu ao Grupo João Santos, cujo fundador morreu em 2009 aos 101 anos.

João Pereira dos Santos nasceu em Serra Talhada (PE) e morreu em Recife (PE). Foi um industrial e economista brasileiro, chamado por seus pares de ‘empreendedor destemido’. O grupo que fundou era produtor do Cimento Nassau, e considerado um dos três mais importantes conglomerados do Nordeste, ao lado da Organização Odebrecht e do Grupo Queiroz Galvão.

Neste ano, uma operação conjunta da Polícia Federal (PF), da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e da Receita Federal cumpriu 53 mandatos de busca e apreensão em endereços ligados a empresas e herdeiros do Grupo João Santos.

A investigação apurava a prática de crimes tributários, financeiros, de fraude à execução e contra a organização do trabalho, além de formação de organização criminosa e lavagem de dinheiro.

O Grupo João Santos possui R$ 8,64 bilhões em débitos tributários — o que equivale a 4,63% do PIB de Pernambuco. Desse total, R$ 55 milhões correspondem a dívidas com funcionários, oriundas de uma condenação pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em 2018.

O dinheiro arrecadado com o leilão da fazenda, será usado para pagar as dívidas que o Grupo Nasal deixou.

O leilão será realizado pelo Hasta VIP, empresa de São Paulo especializada em leilões judiciais em todo Brasil, pertence ao Grupo VIP com mais de 25 anos de experiência no mercado nacional de leilões.

Comentários
0 Comentários

Política