SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Após abordagem padrão e legal da polícia, deputada Daniella quer punição e transferência de PMs em Tuntum

Nesta manhã de domingo 5, a deputada estadual Daniella Tema (DEM) não gostou nada de haver sido abordada pela Polícia Militar em Tuntum, neste fim de semana.

PMs estavam trabalhando normalmente, onde estava acontecendo uma vaquejada, já há dois dias no povoado, conhecido por arroz zona rural de Tuntum, que fica à 7 km da sede da cidade.

parlamentar teve seu carro e alguns assessores revistados, num povoado da cidade. Pelas imagens que circulam nas redes desde o domingo, 6, o procedimento foi absolutamente padrão.

Mas Daniella Tema sentiu-se incomodada e, agora, segundo boas fontes do Blog do Gilberto Léda na cidade, quer a cabeça do comandante da PM na cidade.

Um abuso de autoridade, sem dúvidas.

No momento da revista a deputada pediu para sua assessoria gravar ocorrido, ela coloca as mãos na cabeça como se estivesse sendo coagida por os policiais. Enquanto a polícia mandou unicamente os dois homens que estavam no veículo colocar as mãos na cabeça, eram eles o motorista e o blogueiro Janiel Souza.

Por que uma deputada – ou deputado -, ou quem quer que seja, não poderia ser abordado?

O que se tem que avaliar é se a abordagem foi feita dentro dos procedimentos, com respeito aos cidadãos. E só.

A reação da parlamentar, agora, é que se configura como um abuso de autoridade.

Já imaginou se todo deputado que não gostasse de uma abordagem qualquer agora tivesse poder para transferir um comandante?

Comentários
0 Comentários

Política