SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Maranhese é destaque em importante pesquisa para indentificar diagnósticos de câncer da próstata

Maranhense participa de importante pesquisa de um biomarcador para diagnóstico de câncer de próstata.

Estudos desenvolvidos em parceria com pesquisadores Norte-Americanos, que tem o objetivo de desenvolver métodos analíticos para diagnosticar e tratar o câncer de próstata pela análise da urina de pacientes.

A aluna de mestrado Anízia Durans do programa de pós-graduação em Química da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Anizia Furtado Durans, engenheira química, nascida em Santa Helena no Maranhão, acabou de publicar artigo de sua pesquisa na revista de Química analítica mais conceituada a nível mundial, a Analytical Chemistry. O projeto de pesquisa foi orientado por um dos mais importantes quimiometristas do Brasil, o Dr. Waldomiro Borges Neto e teve como objetivo desenvolver um biomarcador para diagnóstico do câncer de próstata com a utilização apenas da urina do paciente, usando espectrometria de massas por ionização por spray de papel (PSI-MS) e quimiometria.

A pesquisa foi registrada em parceria com pesquisadores do College of Medicine da University of Florida/Gainesville no Estados Unidos e traz uma promissora ferramenta a ser utilizada em análise clínica para o diagnóstico do câncer de próstata.

Ela foi desenvolvida no Laboratório de Metabolômica, do professor Timothy J Garrett, do Department of Pathology, Immunology and Laboratory Medicine.

Segundo os pesquisadores, o câncer de próstata é o câncer mais comumente diagnosticado entre os homens norte-americanos. Já no Brasil, ele é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. Por isso se fez necessário a parceria entre os dois países.

Anizia, ressalta que o exame de sangue do antígeno prostático específico (PSA), que é utilizado hoje em dia, tem baixa especificidade, apresentando uma alta taxa de falsos positivos ou falsos negativos.

A pesquisa desenvolvida com pesquisadores norte-americanos e em parceria com o professor da Universidade de Viçosa, o Prof. Dr. Fredrico Garcia Pinto que acaba de patentear, um fluxo segmentado acoplado à espectrometria de massas de alta resolução (SF-HRMS) para a detecção de metabólitos na urina e faz uso de métodos quimiometricos na construção de modelos de PLS-DA e DD-SIMCA para diagnosticar o câncer de próstata em amostras de urina por PSI-MS e é aqui que o papel de Anizia se destaca, pois se faz necessário correlacionar todas as informações extraídas das analises das urinas com as propriedades de interesse, no caso diagnosticar o câncer de próstata. Com base no resultados o trabalho da estudante foi desenvolver métodos estáveis e simples de interpretar para classificar amostras de pacientes com câncer de próstata e sadios, os métodos desenvolvidos foram considerados aptos para o desenvolvimentos de métodos de identificação de biomarcadores capazes de diagnosticar câncer de próstata pela analise da urina.

A análise é baseada na espectrometria de massas em larga escala, técnica analítica para detectar e identificar moléculas de interesse por meio da medição da sua massa e da caracterização de sua estrutura química, tendo vantagem de ser uma amostragem não invasiva, utilizando urina, é possível rastrear a dinâmica evolutiva e a heterogeneidade dos tumores e detectar a emergência muito precoce da resistência à terapia, doença residual e recorrência.

Com todas as suas vantagens, a expectativa é que os métodos possam ser utilizados futuramente pelos analistas como uma ferramenta para o diagnóstico do câncer de próstata em substituição aos exames tradicionais.

Comentários
0 Comentários

Política