SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Putin afirma que sanções e ameaças do ocidente contra a Rússia é uma declaração de Guerra

O presidente Vladimir Putin disse neste sábado (6) que as sanções ocidentais contra a Rússia eram semelhantes a uma declaração de guerra e defendiam a invasão russa da Ucrânia, dizendo que Moscou precisava defender os falantes de russo no leste da Ucrânia, bem como seus próprios interesses.

Falando a comissárias de bordo em comentários transmitidos pela televisão estatal, o presidente russo disse que Moscou queria que a Ucrânia fosse “desmilitarizada”, “desnazificada” e tivesse um status neutro.

Ele disse: “Estas (sanções) são métodos de luta contra a Rússia.

“Essas sanções que você pode ver são equivalentes a declarar uma guerra – mas felizmente não chegou a uma guerra real, mas entendemos do que se tratam essas ameaças”.

Ele disse que tudo estava indo como planejado na Ucrânia e que o exército russo “cumpriria seus objetivos”.

Ele também alertou que Moscou consideraria qualquer declaração de terceiros de uma zona de exclusão aérea sobre o país como “participação no conflito armado”.

O presidente russo insistiu que a operação estava sendo realizada por soldados profissionais e que nenhum recruta estava envolvido na Ucrânia, apesar de relatos em contrário.

Ele disse: “Não há um recruta e não planejamos que haja”.

De acordo com vários relatórios, cerca de um terço do exército russo são recrutas, embora não se possa confirmar quantos deles estão na Ucrânia.

Putin também disse que não havia plano para a lei marcial ou a declaração de uma situação de emergência na Rússia, dizendo: “Atualmente não há necessidade”.

Isso ocorre depois que o Kremlin acusou o Ocidente de se comportar como bandido e afirmou que o mundo é “grande demais” para os EUA e a Europa isolarem um país tão grande quanto a Rússia.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse que o Ocidente está envolvido em “banditismo econômico” contra a Rússia e que Moscou responderá.

Ele não especificou qual seria a resposta, mas disse que estaria de acordo com os interesses russos.

“Isso não significa que a Rússia está isolada”, disse ele a repórteres.

“O mundo é grande demais para a Europa e a América isolarem um país, e ainda mais um país tão grande quanto a Rússia.

“Há muitos mais países no mundo.”

Peskov disse que se os EUA impuserem sanções às exportações de energia da Rússia, isso causará um abalo considerável nos mercados de energia.

As sanções globais à Rússia podem resultar em consequências terríveis para os importadores de energia e grãos.

O país é um dos principais exportadores de grãos e um importante fornecedor de petróleo bruto, metais, madeira e plásticos.

Comentários
0 Comentários

Política