SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Formação para humanos instinto de animal, estudantes são vítimas e denunciam trotes violentos na UFPR

 


Pelo menos 19 estudantes da UFPR, ingressantes no curso de Medicina Veterinária, procuraram a polícia para denunciar alunos veteranos que organizaram o trote. A prática consiste em fazer brincadeiras, geralmente de tom jocoso, com os “calouros”, como gesto de boas-vindas.

Por conta da prática de trotes violentos, muitas Universidades proibiram esse tipo de atividade. Como alternativa, muitos veteranos passaram a fazer trotes mais “leves”, sem expor os ingressantes a constrangimentos.

No entanto, um caso desta semana na UFPR causou revolta. Cerca de 25 alunos sofreram ferimentos, de queimaduras de 1° e 2° grau, após terem tido o corpo atingido por creolina. O caso foi denunciado a polícia por 19 desses alunos e quatro pessoas foram presas.

Comentários
0 Comentários

Política