SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

PT do Maranhão rachou ao meio e declara apoio a Weverton, do PDT

 

Ativistas do PT realizarão ato nesta quarta-feira (20/4) para declarar apoio à pré-candidatura do senador Weverton Rocha (PDT) ao governo do Maranhão. O ato demonstra uma rachadura no partido, visto que a manifestação será também o dia do lançamento do comitê Lula e Weverton. As informações são do Último Segundo.

Além disso, o presidente estadual da sigla, Francimar Melo, anunciou apoio ao atual governador Carlos Brandão, ex-PSDB e PRB, recém filiado ao PSB.

Rupturas no PT do Maranhão

Em 2010, a militância se dividiu entre as candidaturas de Jackson Lago (PDT) e Flávio Dino (então no PCdoB), enquanto o partido apostava na coligação da governadora Roseana Sarney, tendo o vice Washington Luiz.

Em 2014, o PT estava em mais uma coalizão política ao governo, com o candidato Edinho Lobão (PMDB). No entanto, os protestantes apoiaram o candidato Flávio Dino, que venceu as eleições na época.

Neste ano, a história tende a se repetir. A sigla fechou apoio ao candidato do Palácio e parte da militância petista vai declarar apoio a Weverton. O ato marca o lançamento do Comitê Popular Maranhense de petistas com Lula e Weverton.

O que os membros do partido dizem?

Honorato Fernandes, presidente do Diretório Municipal do PT de São Luís, afirma que “Weverton esteve ao lado do presidente Lula nas horas mais difíceis, como na luta contra o impeachment e na prisão injusta que ele sofreu”.

“Nada mais justo que agora a militância do PT também esteja a seu lado nessa batalha por dias melhores para o Maranhão”, acrescenta Fernandes.

A presidente da Fetaema (Federação dos Trabalhadores Rurais do Estado do Maranhão), Ângela Silva, é petista e apoia a militância.

“Nossa decisão em apoiar Weverton é por sua história de militância no movimento estudantil e partidário de esquerda, por respeitar a autonomia dos movimentos sociais, pela defesa de políticas públicas para agricultura familiar, por ter colocado seu mandato de senador como instrumento de defesa das pautas defendidas pelos STTR’s, FETAEMA e CONTAG em Brasília, por ter votado contra o golpe que tirou a presidenta Dilma da Presidência da República em 2016, por ter ficado sempre ao lado do presidente Lula, mesmo depois de ter sido injustamente preso”, declara Ângela.

“Estaremos juntos com quem sempre esteve com o PT nas lutas populares do Maranhão e não virou as costas para Lula nos momentos mais difíceis”, defendeu o petista maranhense Márcio Jardim, ex-diretor da Fundação Perseu Abramo do PT.

O ato pró-Weverton acontece esta quarta-feira, às 9h, na sede da Fetaema, em São José do Ribamar.

Comentários
0 Comentários

Política