Caso do Empresário que foi preso apos acidente em Barra do Corda virou destaque e chamou atenção da mídia de todo o Brasil.


Câmara de tortura num fundo da Delegacia de Barra do Corda-MA

   Uma verdadeira barbárie no Sistema de Segurança Pública do Maranhão veio à tona, dia 08/10, com a morte de um empresário, na Delegacia da cidade de Barra do Corda, interior do Estado-MA, o caso se revelou quando chegou aos conhecimentos da população, por ser uma espécie gaiola humana, imitando uma “câmara de tortura” que fica num quintal, no fundo da delegacia.


Francisco Silva, que se envolveu num grave acidente com um motociclista que quebrou o braço e é a perna na Br-226, perímetro urbano, foi preso no último domingo, dia 8, por apresentar sinais de embriaguez.



A polícia conduziu Francisco para delegacia, onde ficou preso no gaiolão num fundo da delegacia. Ele ficou no sol escaldante a tarde toda e dormiu no local. No dia seguinte, Francisco Silva teve uma crise convulsiva e o Samu foi acionado. Ao chegar na UPA da cidade, ele não resistiu e morreu.



O caso virou notícia nacional, e chamado a atenção do mundo todo, pela a forma de como a aconteceu ocaso, o qual deixou a população da cidade de Barra do Corda-MA totalmente revoltada e indguinada.


Na Assembleia Legislativa, a deputada Andréa Murad, relatou também o assunto na tribuna da Casa e disse que vai denunciar governo do estado à ONU, por se tratar de um crime inreparável e contra um ser humano, independentemente da classe social, raça, cor ou credo religioso.


Author:

Anterior
Proxima