segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Lula perdoa caciques do PMDB e quer nova aliança politica com Sarney e Roseana para 2018 e diz que pretende tirar 70% dos votos no Maranhão



Em oito estados brasileiros, onde o PMDB tem densidade eleitoral, o ex-presidente Lula já anunciou seu perdão aos que traíram o PT e votaram pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff. No Maranhão, nem precisa comentar que Sarney continua sendo conselheiro do petista e na eleição de 2018 Lula não vai mirar em nenhum momento a artilharia contra Roseana Sarney, quer o PT local queira ou não.

O PMDB nacional encontra dificuldades para ter candidatura própria e não tem tido receptividade no PSDB, que vai lançar um candidato. Nesse mar de indecisão, é muito provável que o PMDB do Maranhão e do Amapá também estarão com Lula, se ele for realmente candidato.

Sarney e Lula sempre tiveram ótimas relações políticas, e sentem à extrema necessidade de estarem ombreados, um aliado o outro num novo projeto para 2018. E esse namoro com a família Sarney, ao que parece, não tem fim e nem traição, quer os petistas do Maranhão aceitem ou não.