Mulher é morta pelo marido enquanto amamentava o filho recém-nascido

A vítima tinha dado à luz havia 22 dias. Crime foi presenciado pelo outro filho da vítima, de 9 anos.

Resultado de imagem para mulher dando de amamentar

A #Polícia está investigando a morte de uma jovem que aconteceu na tarde de quarta-feira (17), na cidade de Guarantã do Norte, cerca 721 quilômetros de Cuiabá, capital do Mato Grosso. A vítima foi identificada como Edilene Coelho, de 30 anos, que foi assassinada enquanto estava amamentando um bebê recém-nascido. O acusado de ter cometido o crime é o próprio esposo da #Mulher, identificado como Ademilson Nunes, de 30 anos. Informações repassadas pelos familiares da jovem, o suspeito estava em liberdade condicional, após ser preso por violência doméstica e agressão contra outro filho da mulher de 9 anos, de outro relacionamento. 

Suspeito estava cumprindo pena em liberdade condicional
O indivíduo era monitorado por tornozeleira eletrônica por cerca de 5 meses no ano de 2017.

Porém, ele não estava cumprindo as regras de monitoramento e teve e prisão decretada. Ultimamente ele estava em liberdade condicional. De acordo com a polícia, várias ligações foram feitas informando que uma mulher havia sido morta a golpe de faca.  Quando os policiais chegaram na cena do crime, a jovem foi encontrada sem os seus sinais vitais. O corpo da vítima tinha uma perfuração causada por uma faca nas costas.

A faca usada para cometer o crime estava ao lado de Edilene. O corpo da vítima foi recolhido e levado para órgão específico para o caso. Relatos de testemunhas, Edilene foi assassinada enquanto estava amamentando uma criança e na frente do outro filho. O Conselho Tutelar da cidade foi acionado e as crianças foram retiradas da cena do crime.

Mãe da vítima disse que o genro era muito ciumento
Conforme informações repassadas pela mãe da jovem, o suspeito já havia sido apreendido pela polícia por agressão doméstica.

Segundo a mãe, antes da criança nascer o genro e a filha brigavam constantemente. Narrando o fato, a mulher revelou que o genro e a filha chegaram a se mudar para um sítio, mas as coisas pioraram. Edilene era espancada pelo esposo com muita frequência acrescentado que o genro era muito ciumento. 

O acusado de ter cometido o crime está foragido da polícia
Policiais fizeram uma ronda por toda a localidade atrás do homem, mas, infelizmente não teve sucesso durante as buscas. Até o fechamento desta edição o suspeito de ter cometido este terrível crime ainda não tinha sido encontrado e nem preso pela polícia. Um inquérito policial foi aberto e o caso continua sendo investigado


Author:

Anterior
Proxima