Zé Reinaldo pré candidato ao senado diz que entre ele e o senador Roberto Rocha não existe intrigas o PSDB marcha unido.


Zé Reinaldo assegura que não existem sequelas entre ele e Roberto Rocha. Além disso, demonstrou compreender a importância dos dois marcharem juntos em prol do PSDB e do pré-candidato à Presidência da República, Geraldo Alckmin. Veja abaixo o artigo do ex-governador e que foi publicado no Jornal Pequeno desta terça-feira (19).
Esse termo vem do alemão e se refere à política ou à diplomacia baseada, principalmente, em considerações práticas, em detrimento de noções ideológicas. Ou seja, é uma política de resultados, que se sobrepõe a outras considerações ou princípios.
Kissinger, no seu magistral livro Sobre a China, cita o termo ao descrever a atitude de Nixon, então presidente da América do Norte, do presidente chinês Mao Tsé-Tung e do primeiro-ministro da China, Chu En-lai, no encontro histórico de 1972, na China, que levou ao acordo de cooperação entre as duas potências, impactando no fim da Guerra Fria. A medida trouxe ganhos enormes para os dois países e para o mundo, possibilitando também a ascensão da China à potência mundial.
Essa é a fase que vivemos no Maranhão, em plena campanha política. Assim tem que ser analisada e entendida toda essa fase atual que antecede a eleição. E é, até certo ponto, natural que assim seja.
É este o cenário. Eu e Roberto Rocha estamos inseridos nessa luta que ambos travamos por nossas eleições. Decisões são atribuídas a ele e logo uma quantidade imensa de comunicadores insistem em uma declaração de minha parte. Eu, que compreendo o jogo, fico calado enquanto Roberto esclarece o que foi distorcido. Não ficam sequelas. Eu e ele somos experientes, já passamos por tudo na política. Sabemos contornar essas situações.
Sim, já nos desentendemos algumas vezes e contornamos tudo. Estamos juntos e sabemos que um precisa do outro. Neste embate, eu preciso dele e ele precisa de mim. Nós sabemos disso e não vamos nos submeter ao desejo e a ganância de terceiros que querem nos intrigar.
Eu, já disse e repito aqui, considero excelente a contribuição de Roberto no Senado. Ele é persistente e tem foco. Nós fazemos política e campanha de modo diferente, teremos que nos adaptar, mas ambos queremos nos eleger e também ajudar o nosso candidato a presidente, Geraldo Alckmin, a ser eleito presidente, pois sabemos que isso será muito bom para o Brasil e para o Maranhão.
*Transoceânica*– Mudando de assunto, na semana passada estivemos no DNIT com os diretores, Geral e de Planejamento, solicitando a imediata realização de estudos de viabilidade econômica para permitir a execução do projeto de engenharia e a construção da Rodovia Transoceânica que, pelo litoral oeste do estado, atravessa toda a Baixada Maranhense, incluindo as pontes sobre o Rio Gurupi na divisa do estado com o Pará e do Rio Pericumã, obra importantíssima para integrar esta região, chegando a Alcântara e fazendo uma nova ligação por ferry boat com São Luís. Essa rodovia fará uma nova ligação entre São Luís e Belém, com um trajeto muito mais curto e aprazível, possibilitando chegar à região muitos investimentos no setor de Turismo, ensejando a “descoberta” de belezas deslumbrantes da região. Além disso, dará um novo e necessário acesso ao Centro Espacial de Alcântara que, dentro de pouco tempo, será um dos mais importantes e movimentados do mundo.
O DNIT atendeu muito bem a nossa solicitação e, em começo de julho, deveremos presenciar a autorização para o estudo de viabilidade da BR 308, a Rodovia Transoceânica.
Infelizmente, foi tudo muito rápido e houve uma falha no aviso a toda a bancada para participar do ato. Mas todos, desde já, estão convidados para o ato no DNIT de autorização do início dos projetos para a Transoceânica. Será um grande dia para o desenvolvimento da nossa querida Baixada.
Por fim, quero agradecer aos meus amigos de Caxias pelo ato de apoio à minha pré-candidatura ao Senado, ao prefeito Flávio Gentil, ao Catulé Junior, a todos os vereadores, aos líderes políticos e à multidão de amigos que lá estiveram. Um abraço de agradecimento ao Catulé, amigo de tantos anos, ao Paulo Marinho, ao Zé Gentil e, muito especialmente, ao prefeito Luís Fernando, de São José de Ribamar, ao grande Chico Leitôa, de Timon, ao Biné de Codó e a tantos amigos mais. Ali evocamos, Alexandre Costa, que em vida foi um extraordinário político, amigo de todos nós.

Author:

Anterior
Proxima