SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

PM do Maranhão mata PM do Piauí na frente do filho após discussão


A vítima identificado como cabo Samuel de Sousa Borges, do Batalhão de Rondas Ostensivas de Natureza Especial (BPRONE), foi baleado e faleceu enquanto deixava o filho em uma escola na cidade de Teresina (PI), no início da tarde desta sexta- feira (1º). 
Desespero da mãe da vítima ao saber do crime

Samuel de Sousa foi atingindo por três disparos na frente da escola do filho após uma discussão de trânsito. O crime aconteceu na frente do filho da vítima que presenciou o pai ser morto covardemente. A criança entrou em estado de choque e foi socorrida por funcionários da escola, levada para o interior do colégio. 
A vítima ainda foi socorrido, mas morreu a caminho do  hospital. O corpo já foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). 
O suspeito de matar o PM piauiense é um policial militar do Maranhão. O delegado Willame Moraes de Teresina (PI), informou que estava saindo de uma escola próximo ao local onde tudo aconteceu quando foi chamado por algumas pessoas que relataram ter visto a situação.
“Disseram que uma pessoa estava sendo morta. Ao chegar no local encontrei a vítima já no chão e o autor do delito sendo agredido. Foi necessária uma intervenção. Solicitei a Polícia Militar e o autor foi conduzido para a Central de Flagrantes”, afirmou o delegado.
O policial do Maranhão foi agredido pela população
De acordo com informações do delegado, o acusado afirmou que matou o policial porque estava sendo perseguido no trânsito. A policia disse que não vai descartar nenhuma das possibilidades. O policial do Maranhão foi preso com uma pistola e um revólver 38, em situação irregular, porque não estava em seu nome. 
“Ele disse que estava sendo perseguido pela vítima, que se identificou como policial militar, houve uma discussão e ele acabou por matar o outro policial. Mas não acreditamos nisso, porque a vítima estava com uma criança, o próprio filho, ao lado”, comentou o delegado.

Comentários
0 Comentários