SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

SEBRAE Desenvolve novos roteiros turístico na Região Central do Maranhão


Sebrae desenvolve novos roteiros de turismo e atrações turísticas na região Central do Maranhão. Em 2019, foram aplicados mais de R$ 100 mil reais nos segmentos de hospitalidade, ecuturismo, restaurantes.  Isso em três municípios da região central do estado. A iniciativa foi realizada com diversos parceiros, como a Setur.


*Fotos: UMC /SEBRAE *


*LEGENDA 1: O rio Grajaú faz parte dos atrativos criados pela roteirização
na região Central do Maranhão*


*LEGENDA 2: A cachoeira Grande fica localizada à 21 quilômetros de Barra do
Corda, dentro da reserva indígena Cana Brava e se tornou a principal parada
criada pela roteirização dessa região.


*LEGENDA 3: A visão do alto da serra é um dos pontos criados pela
roteirização ‘Nascentes da Serra Negra’ **que possui 3,1 mil quilômetros de
caminhada e levará a cidade aos destinos de ecoturismo brasileiro.*

*LEGENDA 4: O 1º Festival Gastronômico Sabores da Terra em Grajaú contou a
história da cidade por meio da culinária local.

*LEGENDA 5: ** Diversos atrativos foram criados na roteirização para a
Aldeia Cachoeira Grande, entre eles a pintura corporal feita com tinta
extraída do jenipapo.*

São Luís - Não há dúvidas que o mercado de turismo no Maranhão está em
plena expansão. Dados apontam que diversas ações tem aumentado o fluxo de
turistas em São Luís e principais cartões postais do Estado. Segundo o site
‘Maranhão Hoje’, houve um resultado positivo no turismo maranhense em 2019,
divulgado na primeira quinzena deste ano. Toda essa movimentação vem por
meio de ações conjuntas realizadas pela Secretaria de Estado de Turismo
(Setur), o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) no
Maranhão, o empresariado local e diversos outros parceiros.

Parte do orçamento do Sebrae voltado para oi turismo foi executado com a
realização de eventos, capacitações, treinamentos e consultorias que
estimulam e contribuem com o turismo em todo estado. São incentivos que
giram desde a rede hoteleira e restaurantes até os artesões que fomentam a
economia e atraem cada vez mais novos turistas.

“Sebrae, governo do Estado e outros parceiros apenas estimulam e ordenam as
ações de turismo. Quem opera de verdade essas ações é o empresário, que
deve estar muito consciente do seu papel no processo. Sempre melhorando os
equipamentos, ofertando bons serviços e na qualificação dos funcionários”,
pontuou o Coordenador Estadual de Turismo e Cultura, Luís Walter Muniz.

DIVERSIDADE DE ROTEIROS

O mais importante é que o turismo não tem ficado apenas na capital. Está
cada vez mais comum preparar as malas para uma viagem ao interior do
estado, principalmente entre os próprios maranhenses. O turista tem
procurado por destinos complementares com belezas naturais e vivencias que
o fazem sair da rotina, fugindo da correria do dia a dia. As ações
desenvolvidas pelo Sebrae no Maranhão tem pontuado novos roteiros,
aumentando o fluxo regional.

Na região central do estado, foram investidos mais de 100 mil reais nos
últimos dois anos em ações pontuais que beneficiaram o turismo em três
municípios: Grajaú, Formosa da Serra Negra e Barra do Corda. Neste esforço
foram realizados feiras, encontros, festivais, seminários, roteirizações
turísticas e incentivo ao Polo Regional das Serras Guajajara, Timibra e
Kanela.

Entre as novas atrações turísticas do estado está Formosa da Serra Negra,
que agora faz parte da Chapada das Mesas e com ajuda do Sebrae criou uma
roteirização turística para diferenciar das demais cidades da chapada e
atrair públicos que buscam por aventura. O projeto ‘Nascentes da Serra
Negra’ ainda não foi executado, mas promete atrair diversos aventureiros
aos mais de 3 mil quilômetros de caminhada, levando a cidade aos destinos
de ecoturismo brasileiro.


CULTURA INDIGENA

Também foram criadas rotas turísticas para as cidades de Grajaú e Barra do
Corda apontando suas belezas através de cachoeiras e curiosidades sobre a
cultura indígena. O projeto engloba hotéis, restaurantes, agências de
turismo e indígenas que facilitarão a chegada do turista aos pontos
atrativos.

Para a liderança da aldeia Cachoeira Grande, a roteirização vai atrair
novos turistas. “Aqui na cachoeira já recebemos visita de toda a região
durante os finais de semana. Pensando em aumentar a quantidade de turistas,
criei uma parceria com o hotel Diniz e procuramos orientação do Sebrae. Foi
realizado uma roteirização com uma programação na aldeia com diversas
atividades. Estamos implantando aos poucos, mas acredito que com o
acompanhamento que estou recebendo fica mais fácil realizar meu sonho”,
contou o indígena Lalaka Pompeu, que busca atrair turistas que estão de
passagem para Carolina.

As duas cidades fazem parte do Polo Regional das Serras Guajajara, Timbira
e Kanela e tem recebido um apoio crucial para continuar suas atividades.
São ações por meio de encontros e o seminário que leva o nome da serra é
realizado pelo Sebrae, anualmente, com apoio das prefeituras, Setur e
equipe de governança.

“O Seminário é um evento que oferece oportunidade para chamar a atenção da
sociedade para a importância do Polo Turístico, visando provocar a união de
empresários, setor público e população em geral, no que diz respeito a
investimentos, abertura de negócios, formulação de políticas públicas e
parcerias”, explicou o coordenador do Núcleo de Atendimento (NAE) em
Grajaú, Rodrigo Delmindo.

FESTIVAL GASTRONÔMICO

Em meio a tantas ações, estão sendo criados calendários de eventos para
atrair ainda mais o turista na região. Em julho de 2019, foi inserido em
Grajaú, o Festival Gastronômico Sabores da Terra. Nesta primeira edição,
participaram 36 microempreendedores que receberam orientações através de
oficinas e consultorias, concluindo as atividades com o festival onde
receberam um público estimado em 300 pessoas.

A proposta foi contar a história da cidade por meio da culinária local,
estimulando o turismo e gerando novas oportunidade de negócio. Pratos que
incluíam desde comidas típicas indígenas, até pratos sofisticados feito por
mestres da culinária local.

“Nosso foco é fortalecer os pequenos negócios no segmento de hospitalidade,
ecoturismo e restaurantes, promovendo ações como o festival gastronômico e
o seminário de turismo para disseminar a região e mostrar aos empresários
que eles são os protagonistas deste processo. O trabalho vem sendo feito
com a ajuda das prefeituras e aos poucos estamos conseguindo atrair novos
turistas a esses destinos. Apesar das roteirizações ainda não estarem
completamente instaladas, os pontos turísticos já conseguem receber os
turistas com conforto e segurança”, concluiu a gerente Regional do Sebrae
em Presidente Dutra, Esther Freitas.
Comentários
0 Comentários