SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Ashli Babbitt: Mulher que morreu após ser baleada no Capitólio era veterana da Força Aérea dos EUA

A mulher que morreu na quarta-feira (06) após ser atingida por um tiro no interior do Congresso americano era uma veterana da Força Aérea americana de 35 anos. Vídeos gravados durante a invasão ao Capitólio e compartilhados em redes sociais mostram o momento em que a mulher é atingida.

Ela tenta pular uma janela envolta em uma bandeira pró Trump, e, segundos depois, um barulho de tiro é ouvido e ela cai ferida no chão. A mulher foi retirada do local por uma ambulância e morreu mais tarde em um hospital, segundo a polícia, que ainda não confirmou a sua identidade.

A mulher era Ashli Babbitt, uma veterana da Força Aérea nascida na Califórnia, segundo o Washington Post, que ouviu o ex-marido da vítima.

De acordo com o jornal, Babbitt era uma apoiadora do presidente Donald Trump e usava as redes sociais para apoiar o republicano contra a fraude nas eleições presidenciais de 2020.

Babbitt serviu no Afeganistão e no Iraque na Força Aérea, e depois no Kuwait e no Qatar com a Guarda Nacional.

Em sua conta no Twitter, Babbit, que vivia em San Diego, se apresentava como uma “veterana e uma libertária”. Outras três pessoas morreram durante os atos violentos na capital americana na quarta-feira, segundo a polícia local.


Comentários
0 Comentários

Política