SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

GOVERNO FEDERAL MANDA PAGAR ÁREA DE TERRAS PARA ASSENTADOS DA FAZENDA CANA-BRAVA DO BELÉM II EM TUNTUM

A comunidade dos assentados no povoado Belém II, após muitos anos de lutas e persistência, o Governo Federal autoriza o pagamento da área do imóvel fundiário no valor de 4.800,000,00 no município de Tuntum. Essa é mais uma conquista e a verdadeira para independência do homem no campo, uma grande vitória para as famílias do assentamento, hoje contempladas com sua própria área de terras.

Graças ao empenho dos associados em parceria com o Crede Fundiário, já saiu a ordem de pagamento da área fazenda Cana Brava. São duas (2) mil hectares de terras, as quais serão divididas em (100) lotes e entregues para as famílias legalizadas, os trabalhadores rurais assentadas na área agora beneficiadas.

Os assentados irão se dirigir a cidade de Presidente Dutra, para finalizar esse processo da compra e aquisição do imóvel, compradas pelas famílias assentadas, será colhida às assinaturas das famílias contempladas com a posse da terra, feito os contratos na agência bancária Banco do Nordeste, e em seguida tomarem posses dos seus direitos legais e aquisição fundiária de posse digna da terra.

Essa é mais uma conquista legal de terras, que também é uma continuação de um trabalho que há décadas está sendo realizado para o povo brasileiro, através da reforma agrária e que depois de muitos conflitos que existiram, para inclusão dessas conquistas, onde às famílias do campo, ganharam os seus direitos e a sua dignidade do trabalho honesto e livre para todas as famílias assentadas que vivem da renda no campo.

Durante uma árdua luta, encabeçada pelo líder comunitário ex-vereador Josivan Bilio, o irmão Filho e demais famílias do povoado Belém, graças a essa fé, persistência e grande esforço nessa parceria com o órgão competente (Crédito Fundiário), é que se estou conseguiu essa importante área de terras que para eles é de suma e extrema significância, dessa vez foram cem (100) famílias beneficiadas, com 100 lotes de terras.






Comentários
0 Comentários

Política