SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Governador de São Paulo "Doria é condenado" por nomear auxiliar já condenado três vezes por improbidade administrativa

A Justiça de São Paulo condenou o governador João Doria (PSDB) a devolver aos cofres públicos os valores pagos pelo Estado ao economista tucano Barjas Negri, nomeado em janeiro para o cargo de coordenador na Secretaria de Desenvolvimento Regional.


Os valores ainda não foram calculados pela Justiça. Doria e Barjas anda podem recorrer da decisão.


Barjas, que foi ministro da Saúde do governo Fernando Henrique e prefeito de Piracicaba, estava impedido, segundo a Justiça, de assumir a nova função em razão de ter sofrido três condenações por improbidade administrativa em segunda instância. Ele também foi declarado inelegível pelo Tribunal Regional Eleitoral.


O ex-ministro estava afastado do cargo de coordenador desde março em razão de uma liminar concedida a pedido do vereador Laércio Trevisan Jr (PL), de Piracicaba. Doria e Barjas contestaram a decisão. O governador alegou que as condenações do auxiliar não eram definitivas e que o Judiciário, em respeito ao princípio da separação dos Poderes, não poderia rever os critérios utilizados para a escolha de seus colaboradores.

Comentários
0 Comentários

Política