SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Ex-ministro Sergio Moro pré-candidato a presidente do Brasil, pretende derrotar Lula, de novo, dessa vez nas urnas

Sergio Moro desembarca nesta quinta-feira (23/9) no Brasil, para uma agenda de duas semanas, em que passará por Curitiba, São Paulo e Brasília.

Moro visitará a mãe, em Maringá, a filha, em Curitiba, e os deputados, senadores e dirigentes do Podemos, em Brasília.

Com esses, o assunto será um só: o Planalto em 2022. O partido segue insistindo para Moro ser candidato. E o ex-ministro segue dividido. Gosta da vida em Washington, mas segue com vontade de tirar do papel os planos que não conseguiu no governo Bolsonaro.

Moro vai se encontrar com quatro nomes importantes do Podemos: a presidente do partido, deputada Renata Abreu, e os senadores Álvaro Dias, Oriovisto Guimarães e Flávio Arns.

O objetivo da reunião, segundo a coluna apurou, é dar um ultimato em Moro e fazer duas perguntas fundamentais: em primeiro lugar, o ex-juiz terá que responder se vai entrar na política ou não. Se decidir se tornar político, deverá definir se será candidato à Presidência da República ou se vai tentar emplacar uma carreira como senador.

As opções, caso opte pelo Senado, seriam uma candidatura pelo Paraná ou por São Paulo. Essas são as possibilidades que serão colocadas na mesa para Sergio Moro.

Embora o ex-juiz possa se filiar a um partido até 6 meses antes das eleições de outubro de 2022, o Podemos pretende pressionar por uma resposta de Moro ainda este mês para conseguir se planejar. Com informações de Veja e Metrópoles

Comentários
0 Comentários

Política