SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Weverton destaca 15 anos da luta política do ex-governador Jackson Lago

Senador que se transformou no principal herdeiro político do ex-governador e ex-prefeito de São Luís – eleito em 2006, cassado em 2009 e falecido em 2011 – hoje lidera todas as pesquisas de intenção de votos para o mesmo cargo; e pelo mesmo PDT



A homenagem de Weverton ao seu líder político Jackson Lago: única lembrança pública entre os líderes políticos atuais

Momentos da história

O senador Weverton Rocha (PDT) lembrou nesta sexta-feira, 29, os 15 anos da vitória do ex-governador Jackson Lago (PDT), nas eleições de 2006.

Uma década e meia depois de Jackson, Weverton lidera a disputa pelo mesmo governo, e pelo mesmo PDT. 

– Há exatos 15 anos, o Maranhão elegia Jackson Lago governador pelo PDT. Foi uma vitória linda, que deu início a uma trajetória interrompida dois anos depois – ressaltou o senador, em suas redes sociais, lembrando a cassação do então governador, em 2009.

Em 2010, Weverton continuou ao lado de Jackson em nova disputa pelo Governo; curiosamente, naquela eleição, o então candidato Flávio Dino (PCdoB) foi acusado de queimar a candidatura do ex-governador no interior ao espalhar que ele estava inelegível.

Resultado: Roseana Sarney (MDB) foi reeleita no primeiro turno, com 50,04% dos votos.


O hoje senador, ainda muito jovem, descendo as escadas do Palácio como um dos fieis aliados do ex-governador; destes da foto, muitos nem sequer lembram mais

Nestes quinze anos, Weverton saiu do posto de militante estudantil para se tornar senador, é hoje o principal herdeiro político de Jackson no PDT e uma das principais lideranças políticas do Maranhão.

– Muitos projetos tiveram início ali e, apesar da interrupção, o legado ficou. E nós, do PDT, continuamos na luta para tornar realidade o sonho de um Maranhão mais feliz – disse.

Líder nas pesquisas de intenção de votos, Weverton participa neste sábado de mais uma edição do programa  “Maranhão Mais Feliz”, que leva sua pré-candidatura ao interior.

Comentários
0 Comentários

Política