SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

REVIRAVOLTAS NO SENÁRIO POLÍTICO: Roseana volta cogitar disputar o Governo em 2022

Roseana Sarney pode disputar o Governo do Maranhão em 2022. Essa é a nova informação que chega do QG da ex-governadora. Com uma equipe montada desde o meio desse ano, a filha de José Sarney está avaliando todos os cenários e conversando diariamente com lideranças políticas, e após as últimas pesquisas o martelo foi batido: se a emedebista se mantiver na liderança e as pré-candidaturas de Brandão (PSDB), Josimar (PL) e Weverton (PDT), se mantiverem para eleição, a Guerreira vai entrar na disputa majoritária.

Na última pesquisa divulgada pela Tv Band, o Instituto DataIlha mostrou Roseana com 20,5% contra 10,3% de Weverton; 8,7% de Brandão; 8,6% de Edivaldo Júnior (PSD); Lahesio (PTB) 7,5%; Roberto Rocha (sem partido) 6,7%, Josimar 6,4%; Felipe Camarão (PT) 3,6% e Simplicio (SD) 0,9%.

Na avaliação de Roseana e sua equipe, caso venha concorrer ao Governo do Maranhão, ela larga a disputa eleitoral com 30%, mesmo percentual que ela alcançou em 2018. Com a possibilidade de Weverton, Brandão e Josimar disputarem os 70% restantes, a ex-governadora avalia que suas chances são reais de chegar em um provável segundo turno.

Com a ida de Roseana ao segundo turno, existe a expectativa, que o movimento semelhante ao que aconteceu em São Luís em 2020 volte a se repetir, quando nem todos os membros do Grupo Flávio Dino apoiaram Duarte Júnior no segundo turno. Naquela oportunidade, os candidatos Neto Evangelista e Yglesio optaram por seguir com Braidee Jeisael se manteve neutro.

Para Roseana Sarney, ela estando no segundo turno, independente do seu adversário, ela tem a certeza que contará com o apoio dos demais, pois hoje a relação entre o trio é totalmente conflituosa.

Em um provável confronto com Weverton no segundo turno, Roseana acredita que teria o apoio de Brandão e Flávio Dino. Caso dispute com Brandão, que está sendo o cenário mais cogitado no momento, a ex-governadora acredita que aglutinaria Weverton e Josimar de Maranhãozinho em seu palanque.

Roseana conta com um cenário ainda mais facilitador para sua candidatura ao Governo do Maranhão, a confirmação de Felipe Camarão e Edivaldo Júnior como candidatos, que deixariam os votos ainda mais divididos em todo o estado.

A possibilidade de voltar a disputar o cargo de governadora vem empolgando aliados, principalmente os emedebistas, o deputado federal Hildon Rocha (MDB), tem sido um dos maiores entusiastas, afinal ter Roseana Sarney na disputa majoritária, naturalmente traria mais votos de legenda ao 15, assim como aglutinaria outras forças, possibilitando eleger mais estaduais e federais.

Para o cargo de Senado, existiria um dialogo com outros partidos e o erro de 2018 não seria repetido, quando colocaram os aliados de sempre e familiares, caso de Lobão e Sarney Filho.

A verdade é que Roseana vai se manter preparada para a disputa de governadora até o dia 30 de junho, quando finalmente o cenário estiver mais claro e próximo de ser definido.

Comentários
0 Comentários

Política