SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Deputada Janaina pede que a médica Nise Yamaguchi não dispute o Senado

Pré-candidata, Janaina pede que Nise Yamaguchi não dispute Senado
Compartilhe:
Deputada estadual por São Paulo quer convencer a médica a concorrer a uma vaga na Câmara dos Deputados

Pré-candidata ao Senado pelo Estado de São Paulo, a deputada estadual Janaina Paschoal (PSL) pediu nesta sexta-feira (24) que a médica Nise Yamaguchi desista de concorrer à mesma vaga. Janaina escreveu sobre o assunto em resposta a uma postagem de Yamaguchi. Em 2022, apenas uma vaga por Estado estará aberta ao Senado, o que tem provocado disputa entre apoiadores do presidente em diversas unidades federativas.

Dra. Nise, tenho profunda admiração por sua coragem e a senhora tem todo direito de pleiter a vaga no Senado. Mas será apenas uma. Unamos forças! Reflita sobre a possibilidade de concorrer a uma das 70 vagas de deputado federal. Precisamos ocupar a Câmara, para enfrentar qualquer cenário!”, disse Janaina.

Pré-candidata, Janaina pede que Nise Yamaguchi não dispute Senado

Pré-candidata, Janaina pede que Nise Yamaguchi não dispute Senado
Compartilhe:
Deputada estadual por São Paulo quer convencer a médica a concorrer a uma vaga na Câmara dos Deputados

Pré-candidata ao Senado pelo Estado de São Paulo, a deputada estadual Janaina Paschoal (PSL) pediu nesta sexta-feira (24) que a médica Nise Yamaguchi desista de concorrer à mesma vaga. Janaina escreveu sobre o assunto em resposta a uma postagem de Yamaguchi. Em 2022, apenas uma vaga por Estado estará aberta ao Senado, o que tem provocado disputa entre apoiadores do presidente em diversas unidades federativas.

“Dra. Nise, tenho profunda admiração por sua coragem e a senhora tem todo direito de pleiter a vaga no Senado. Mas será apenas uma. Unamos forças! Reflita sobre a possibilidade de concorrer a uma das 70 vagas de deputado federal. Precisamos ocupar a Câmara, para enfrentar qualquer cenário!”, disse Janaina.

Nise Yamaguchi, que ficou famosa ao defender posições consideradas anticientíficas do governo, como o uso da hidroxicloroquina e do tratamento precoce contra a Covid, anunciou sua pré-candidatura no dia 21 de dezembro, dizendo que ainda não tinha partido na ocasião. Na quinta-feira (23), ela afirmou que já possuía alguns convites.

O cenário da disputa pelo Senado no campo bolsonarista em São Paulo, porém, segue confuso. Um dos que queriam a vaga era o ex-ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Ele, no entanto, disse ter desistido ao saber que o pré-candidato ao governo do Estado, ministro Tarcísio de Freitas, preferia Paulo Skaf, ex-presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) como ocupante da vaga ao Senado.

Comentários
0 Comentários

Política