SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

TSE rejeita consulta do governo sobre redução de impostos nos combustíveis

Na noite desta terça-feira (22), o Tribunal Superior Eleitoral rejeitou, a consulta apresentada pela Advocacia-Geral da União (AGU) sobre a possibilidade, em ano eleitoral, de o governo avalizar uma emenda constitucional ou proposta de lei para diminuir tributos sobre combustíveis.

 Segundo entendimento unânime dos ministros da Corte, o tribunal não deve responder a uma consulta genérica e abstrata.

O pedido é de fevereiro deste ano. O presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer, na última segunda-feira (21), que aguardava um posicionamento do TSE antes de decidir se apresenta um projeto de lei ao Congresso Nacional para zerar as alíquotas do PIS/Cofins na gasolina.

O governo Bolsonaro fez a seguinte pergunta ao TSE:

“A redução, em ano eleitoral, de alíquota de impostos e contribuições sobre produtos e insumos, realizada por intermédio de proposição legislativa e medidas posteriores de implementação, fundada em estudos técnicos e econômicos, esbarra na vedação prevista no § 10 do art. 73 da Lei nº 9.504, de 30 de setembro de 1997?”.

Os ministros acompanharam o entendimento apresentado pelo relator, ministro Carlos Horbach, de que a consulta não era o instrumento adequado para discutir o tema.

Comentários
0 Comentários

Política