SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Professor é demitido em Portugal após dizer que “brasileiras são mercadoria”

Um português por nome Pedro Cosme Vieira foi demitido da Universidade do Porto, em Portugal, depois de afirmar que “brasileiras são mercadoria”. O caso ocorreu em 2021, mas o desfecho ficou para 2022. 

O docente, da Faculdade de Economia, teria sido denunciado por quase 130 alunos após as declarações.

No ano passado, jornais portugueses e brasileiros publicaram que o professor já havia sido suspenso por 90 dias após denúncias por causa dessa e de outras falas que foram consideradas xenófobas pelos universitários e pela instituição de ensino superior do Porto.

Comentários
0 Comentários

Política