SEJA BEM-VINDO

MASIGNCLEAN101

Homem deixa família para viver um romance com mulher Ucraniana que abrigou em sua casa

O segurança britânico, Tony Garnett, de 29 anos, terminou o casamento de 10 anos, após se apaixonar pela refugiada ucraniana Sofiia Karkadym, de 22 anos.

Tony Garnett, sua ex-esposa Lorna Garnett e as duas filhas do casal acolheram a ucraniana, em Bradford, no Reino Unido, depois que ela fugiu da cidade natal, Lviv, na Ucrânia, que foi devastada pela guerra. 

Segundo o tabloide inglês The Sun, foi amor à primeira vista, e dias depois o britânico decidiu que queria passar o resto da vida com Sofiia, pedindo o divorcio.

A ex-esposa disse em entrevista ao The Sun, que percebeu o interesse da ucraniana em Tony, mas não esperava que seria reciproco e que o levaria a deixar a família. "Ela não se importou com a devastação que deixou para trás. Tudo o que eu conhecia virou de cabeça para baixo no espaço de duas semanas,” contou.

Lorna ainda falou da ingratidão da refugiada, que ela decidiu acolher por estar sensibilizada com a destruição causada pelo conflito. "Decidi que era a coisa certa a fazer, colocar um teto sobre a cabeça de alguém e ajudar quando eles estavam em uma situação desesperada. E foi assim que Sofiia me pagou por ter dado um lar para ela".

Por outro lado, Tony contou para a imprensa britânica que concordou com a ex-esposa em abrigar Sofia, que ao chegar na casa da família encantou todos, inclusive teria feito amizade rapidamente com as filhas do casal. 

O britânico fluente em eslovaco, conversava com frequência com a refugiada e foram desenvolvendo uma conexão, que teria incomodado a ex-esposa. "Nós estávamos nos dando bem, mas naquela época não era mais do que isso, embora eu possa ver que Lorna começou a sentir ciúmes e ressentimento dela", explicou Tony.

Os dois passaram a treinar juntos e se aproximar fisicamente, porém, negam que algo a mais ocorreu durante esse período. "Mesmo que fosse algo bastante inocente, estava causando discussões. Eu posso entender isso. Quando eu chegava à noite, Sofiia era quem fazia uma refeição para eu experimentar. A atmosfera estava ficando muito ruim e Sofiia me disse que não sabia se poderia continuar morando conosco nessas circunstâncias."

Após uma briga, onde Lorna confrontou a ucraniana, ela disse que não queria mais viver na casa da família, Tony impulsivamente disse que sairia, se Sofiia fosse embora. "Se ela sair, eu vou junto”, ele falou para Lorna. 

O casal então decidiu fazer as malas e ir morar com os pais de Tony. Ele ainda lamenta ter terminado seu relacionamento de dez anos dessa forma.

"Sinto muito pelo que Lorna está passando, não foi culpa dela e não foi por nada que ela fez de errado. Nós nunca planejamos fazer isso e não queríamos machucar ninguém”, lamenta Tony.

Comentários
0 Comentários

Política