Porém, horas depois autorizou sua guarda municipal a prender três sindicalistas do movimento paredista e levá-los para a sede da Polícia Federal, na Cohama, para que o trio cumprisse a prisão determinada por uma desembargadora da Justiça do Trabalho.

E para completar a sacanagem, distribuiu vídeos dos ônibus saindo das garagens como se fosse ele o responsável pelo fim da greve. Qual nada! O medo das prisões pela PF foi determinante para acabar a paralisação.

A única coisa feita por Braide foi doar do nosso bolso R$ 20 milhões para os empresários, que não cumpriram nenhum acordo.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso